70 tattoos feministas para o #8M

70 tattoos feministas para o #8M

Compartilhe

O mundo e a vida são bem mais complicados do que uma mera relação de causa e efeito ou ação e reação. Na mesma medida em que governos ficam mais reacionários e ideologicamente à direita, minorias vão para as ruas garantir direitos já conquistados e lutar por outros ainda não adquiridos. Fato é que após a pílula anticoncepcional e a consequente liberação sexual das mulheres o mundo nunca mais foi o mesmo, e ainda que governos possam ameaçar as conquistas femininas não o farão impunemente, é esse o recado das mais recentes mobilizações. Mesmo com “o macho adulto branco sempre no comando” (Caetano Veloso, O Estrangeiro), as mulheres vão aos poucos e à duras penas conquistando seus espaços, colocando cada vez mais seu bloco na rua. E vão também gravando suas lutas, dores, alegrias na pele.

Na semana seguinte às #WomensMarch nos Estados Unidos em janeiro, os estúdios americanos registraram uma imensa procura por tatuagens feministas, com os símbolos e palavras de ordem usados na marcha contra o atual presidente estadunidense Donald Trump. Na sexta-feira 20 de janeiro, dia da posse de Trump e que antecedeu a marcha, um único estúdio em Washington tatuou 20 mulheres em 13 horas de trabalho ininterruptos de desenhos feministas. E olha que estava um frio do caramba e as tattoos nem puderam ser exibidas… A tatuadora Nikki Balls, do estúdio Tattoo Paradise declarou ao site Washingtonian  que o clima no estúdio era o mais positivo possível: “Ninguém queria esquecer a sensação daquele final de semana, por isso elas queriam tatuar“. O discurso de esperança e igualdade de gênero das marchas ficou gravado também na pele.

Após os recentes atos do #NiUnaMenos em mais de dez países da América Latina e das marchas femininas contra Trump, está convocada para esse 8 de março (quarta-feira) a maior mobilização de mulheres já vista no mundo. O #8M é uma greve internacional de mulheres que visa mostrar a este mundo ainda comandado por homens brancos e ricos o peso das mulheres na economia, e o quanto a violência machista (resultado final da combinação de opressões de classe, gênero e raça) prejudica toda a humanidade. Clique aqui para saber mais e as formas de participação na Parada Brasileira de Mulheres na quarta-feira. O Dia Internacional da Mulher é dia de luta por direitos e protesto contra violência de gênero que adoece, machuca e mata milhares de mulheres no mundo todos os dias. Essa luta e protesto está também na pele.

Já nos antecipando, deixamos aqui uma lista com 70 sugestões de tattoos feministas para inspirar quem vai para a rua lutar pela igualdade de gênero. Das mais variadas versões do espelho de vênus às atualíssimas “girl power” e “meu corpo, minhas regras” passando por homenagens à Frida Kahlo e Simone de Beauvoir, escritas em inglês, francês, espanhol e português.

Inspirem-se, mulheres!

o artigo 10 da Declaração Universal dos Direitos da Mulher e da Cidadã em francês (foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

a famosa frase de Simone de Beauvoir “não se nasce mulher, torna-se”, em francês (foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

“se não posso dançar, não é minha revolução”, frase da feminista americana Emma Goldman (foto: reprodução/pinterest)

“odeio sexismo” (foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

“pertenço profundamente a mim mesma” (foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

da Conspiração Libertina (foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/pinterest)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

“quebrar o patriarcado” (foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

“meu corpo minhas regras” (foto: reprodução/instagram)

“f^da o patriarcado” (foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

“o silêncio não te protegerá”, em inglês (foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

da Conspiração Libertina (foto: reprodução/instagram)

da Conspiração Libertina (foto: reprodução/instagram)

da Conspiração Libertina (foto: reprodução/instagram)

da Conspiração Libertina (foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

(foto: reprodução/instagram)

Se nenhuma das 70 sugestões acima te inspirou, o site Catraca Livre disponibilizou desenhos oferecidos num evento de flash tattoo feminista em março do ano passado, e você pode conferir clicando AQUI.

A Conspiração Libertina produziu desenhos de algumas das tatuagens sugeridas acima que podem ser adquiridos no site clicando AQUI.

VEJA TAMBÉM:
Tatuagens para cobrir as marcas da violência

Compartilhe